Você está aqui: Página Inicial Conheça o MPF Procuradoria da República em MS Edifícios-Sede

Edifícios-Sede

última modificação 16/08/2013 17:33

Instalações físicas dignas, de forma a receber da melhor forma possível as pessoas que trabalham na Instituição e também de modo a ser ponto de referência para o atendimento da sociedade de bem que encontra no Ministério Público Federal o abrigo para reclamo de seus anseios de justiça, é realidade que sempre foi meta da Procuradoria da República em Mato Grosso do Sul.

Ainda jovem, a PR/MS, instalada nesta Capital em 1981, alcança no ano de 2005 a sua maioridade em estrutura física, o que foi possível com a ampliação da sede da avenida Afonso Pena, passando o prédio principal a contar com um excelente anexo, completando conjunto arquitetônico que atende as melhores expectativas de acomodação do órgão na Capital.

A situação ideal experimentada é valorizada por todos membros, servidores e estagiários que compõem a estrutura humana do MPF neste Estado, pois a ela se chegou após vários anos de morada em espaço físico dos mais acanhados (na rua da Paz, primeiro endereço da Instituição nesta Capital), cujas dificuldades foram minoradas por modesta reforma feita em 1997, e superadas somente no ano de 2001, com a mudança para o atual Edifício-Sede.

Primeira Sede

O prédio da rua da Paz consagra-se como agasalho material dessa vida institucional, tendo completado no ano de 2001, primeiro de um novo século, 20 (vinte) anos efusivamente vividos.

Esta sede abrigou os componentes da Procuradoria da República em Mato Grosso do Sul no período de 1981 a 2001.Primeira Sede

Nos seus primeiros anos de existência, a Procuradoria contou com os trabalhos do seu pioneiro membro, Procurador da República Octávio Pacheco Lomba, que era auxiliado pelo Promotor de Justiça Estadual Aldo Congro Bastos e pelo Procurador Municipal Alcides dos Santos.

O quadro de apoio funcional também começou a ser formado de maneira lenta e gradual. Com Octávio Pacheco Lomba vieram a Assistente Maria Mirtes Sangaletti Gelenske (que em 1986 retornou para a PGR, onde se aposentou) e o Motorista Fernando Cezário da Costa (hoje também aposentado).

Em 1981, passou a integrar o quadro de apoio a Servidora de Nível Superior Alice Shinobu Iquegiri, vinda da SUNAB. Nomeada como Diretora de Secretaria da PR/MS (único cargo de confiança de direção superior do órgão, até o ano de 1986), Alice foi responsável, juntamente com Maria Mirtes, por toda a organização inicial da PR/MS, tarefa por ambas cumprida com competência e notável dedicação.

A partir de 1982 o número de servidores foi sendo necessariamente ampliado. Destaque para os servidores assistentes Arivaldo Alves Pereira e Salvador Zeferino da Silva, ingressos na casa naquele ano e até hoje fazendo parte da família do Ministério Público Federal em Mato Grosso do Sul.

No ano de 1983 teve início o aumento do número de Procuradores na PR/MS. Naquele ano chegaram em Campo Grande os Procuradores Antonio Carlos Rodrigues Ramozzi e Ranolfo Alves, passando, desde então, a casa a contar sempre com um respeitável time de "advogados de sociedade".

Reforma da Sede Originária

O fato é que, com a consolidação do MPF no Estado, o volume de trabalho foi aumentando, acarretando o acréscimo do número de membros e servidores na PR/MS, bem assim, a partir do ano de 1992, a chegada de estagiários de Direito para dar mais apoio.

Em razão disso, tendo assumido a chefia da Procuradoria em maio de 1997, o Procurador Blal Yassine Dalloul realizou pequena reforma na sede da rua da Paz, com adaptações e aumento de área útil que permitiram acomodação razoável para os 5 Procuradores, 37 servidores e 5 estagiários existentes na época.

Primeira Sede ReformadaA inauguração do prédio reformado se deu em agosto de 1997, com a presença do Procurador-Geral da República, Dr. Geraldo Brindeiro, do então Secretário-Geral do MPF, o Subprocurador-Geral da República João Batista de Almeida, e de outras conceituadas autoridades.

A foto mostra um dos momentos da solenidade de inauguração, podendo ser vistos em foco principal, da esquerda para a direita, os Procuradores Blal Yassine Dalloul e Marcelo Landaval de Holanda Cavalcanti (in memorian); o então Procurador-Geral de Justiça de MS, Fadel Tajher Iunes, o Chefe de Gabinete do PGR, Francisco Moreira da Cruz Filho; o Procurador-Geral da República, Dr. Geraldo Brindeiro e o Procurador Regional da República Luiz de Lima Stefanini.

Atual Edifício-Sede

Em 2001 a Procuradoria da República em Mato Grosso do Sul contava com 6 Procuradores (5 em Campo Grande e 1 em Dourados); 53 Servidores (47 em Campo Grande e 6 em Dourados) e 12 Estagiários (10 em Campo Grande e 2 em Dourados).

Diante desse elevado número de profissionais servindo a PR/MS, tornando de toda inviável a permanência do órgão na rua da Paz, o Procurador-Chefe Blal Yassine Dalloul obteve junto à administração central em Brasília autorização para mudança de sede. Após inúmeras buscas e criteriosa seleção, chegou-se ao prédio da avenida Afonso Pena, n. 4.444, que, recém-construído, apresenta todos os requisitos necessários para abrigar não apenas a PR/MS de hoje, mas também a que se projeta para os próximos anos, com a lotação ideal de 9 Procuradores e conseqüente aumento da área de apoio.Atual Sede

Procedimento instaurado, foi decisiva a visão administrativa do Secretário-Geral do MPF, Inácio José Barreira Danziato, que, em 13 de julho de 2001, autorizou a locação do imóvel, dando-se a assinatura do contrato no dia 1º de agosto de 2001.

A nova sede, erguida em local privilegiado da principal avenida da Capital, objetiva oferecer ao Ministério Público Federal, a partir do mês de outubro de 2001, acomodações dignas e à altura de sua representação e importância para a sociedade, bem como propiciar a todos que nela fazem sua morada profissional melhores condições de trabalho.

Ampliação do Edifício-Sede

Procurando sempre progredir também no quesito instalação física, e atenta ao aumento do número de membros, servidores e estagiários que conferem existência ao órgão, a gestão administrativa da Procuradoria da República em Mato Grosso do Sul logrou êxito na ampliação de sua estrutura física, passando a ocupar, desde julho de 2005, o prédio construído em anexSede Atual Ampliadao à sua bela sede.

A ampliação fez-se necessária para que se mantivesse acomodações dignas de trabalho, de convivência e de atendimento ao público mesmo com o aumento do número de trabalhadores na casa, nas diversas áreas, bem como para que, enfim, a PR/MS passasse a contar com um auditório de excelente nível, comportando 120 pessoas.

Dessa forma, com o aumento da sede, foram atendidas necessidades atuais e tem-se a unidade preparada para bem acomodar seu corpo humano e material pelos próximos anos.

A Procuradoria da República em Mato Grosso do Sul, graças ao apoio fundamental do então Secretário-Geral do Ministério Público Federal, Rodrigo Janot Monteiro de Barros, ostenta com seu atual conjunto arquitetônico visão eficiente e preparação segura para muitos anos de relevante trabalho em espaço físico ideal.

 

Ações do documento