Você está aqui: Página Inicial Serviços Sala de Imprensa Notícias 2008 07 MPF consegue condenação de acusados da morte de policial federal

MPF consegue condenação de acusados da morte de policial federal

última modificação 18/07/2008 18:39

Crime aconteceu há 19 anos. Julgamento durou 23 horas. MPF esperava pena maior e estuda a possibilidade de recurso.

A Justiça Federal condenou os irmãos Roher Pacheco e Wild Pacheco a 9 anos e dois meses de prisão em regime inicialmente fechado. Eles foram condenados pela morte do Policial Federal Fernando Luís Fernandes. O crime aconteceu no dia 13 de dezembro de 1989. O julgamento, que durou 23 horas, aconteceu nesta quinta (17), no Tribunal do Júri Federal da 1ª Subseção Judiciária, em Campo Grande (MS). Os jurados avaliaram que não houve homicídio qualificado e consideraram a situação atenuante de ambos terem menos de 21 anos à época. O pai deles, Pedro Pacheco, que também foi acusado, apresentou atestado médico e não foi julgado. O Ministério Público Federal (MPF) esperava pena maior e estuda a possibilidade de recurso contra a decisão. O MPF também pediu ao juiz federal, presidente do júri, a marcação, com brevidade, da data do julgamento de Pedro Pacheco.

O Agente de Polícia Federal Fernando Luís Fernandes foi morto a tiros no dia 13 de dezembro de 1989, quando realizava campana de suspeitos. Ele foi morto por tiros disparados por Pedro Pacheco, Roher Pacheco, Wild Pacheco e Fulvio Benites. Fernando foi atingido no peito e morreu de hemorragia aguda.

Os réus foram denunciados pelo Ministério Público Federal em 26 de janeiro de 1990. Fúlvio, falecido, não foi denunciado. O primeiro julgamento aconteceu em 17 de setembro de 2002 mas o primeiro júri foi anulado pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região, por falhas nos questionamentos e contradições nas respostas dos jurados.

Assessoria de Comunicação Social
Ministério Público Federal em Mato Grosso do Sul
(67) 3312-7265 / 9297-1903
(67) 3312-7283 / 9142-3976
www.prms.mpf.gov.br
ascom@prms.mpf.gov.br
www.twitter.com/mpf_ms

Ações do documento