Você está aqui: Página Inicial Serviços Sala de Imprensa Notícias 2009 05 Crise na saúde: Gestores devem tentar um acordo

Crise na saúde: Gestores devem tentar um acordo

última modificação 21/05/2009 13:28

Foi realizada esta manhã reunião na sede da Procuradoria da República em Mato Grosso do Sul, em Campo Grande, com o objetivo de encontrar um encaminhamento para o movimento reivindicatório dos profissionais anestesistas que atuam junto ao Hospital São Julião. Participaram da reunião representantes do Ministério Público Federal, Ministério Público Estadual, Ministério Público do Trabalho, Ministério da Saúde, Secretaria Municipal da Saúde, Secretaria Estadual da Saúde, Hospital São Julião, Hospital Regional e da empresa Servan.

Durante a reunião, discutiu-se a necessidade de reavaliação dos contratos da Secretaria Municipal de Saúde com os hospitais, a fim de adequar e otimizar os recursos disponíveis na esfera estadual e municipal. Quanto ao pleito de aumento dos valores pagos aos anestesistas vinculados à Servan, firmou-se o entendimento de que a negociação deve ficar restrita aos hospitais e à própria Servan.

Foi acordado que os gestores municipal e estadual da área da saúde e o administrador do Hospital São Julião negociarão proposta de alteração do contrato entre a Secretaria Municipal de Saúde e o hospital, exclusivamente a fim de melhor atender às necessidades da população e às particularidades do Hospital São Julião. Tal proposta deverá ser encaminhada ao Ministério Público até quatro de junho.

Assessoria de Comunicação Social
Ministério Público Federal em Mato Grosso do Sul
(67) 3312-7265 / 9297-1903
(67) 3312-7283 / 9142-3976
www.prms.mpf.gov.br
ascom@prms.mpf.gov.br
www.twitter.com/mpf_ms

Ações do documento