Você está aqui: Página Inicial Serviços Sala de Imprensa Notícias 2009 09 Índios garantem segurança de servidores da Funasa em Sidrolândia

Índios garantem segurança de servidores da Funasa em Sidrolândia

última modificação 18/09/2009 17:59

Participaram da reunião caciques das nove aldeias da Terra Indígena Buriti, MPF e Funasa

Caciques das nove aldeias que formam a Terra Indígena Buriti, em Sidrolândia e Dois Irmãos do Buriti (MS), em reunião com o Coordenador Regional da Funasa, Flávio Brito, e o procurador da República Emerson Kalif Siqueira, no polo base da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), em Sidrolândia, na última quarta (16), garantiram a inviolabilidade e segurança de todos os prestadores de serviço da Funasa, em especial da Equipe Multidisciplinar de Saúde Indígena (EMSI). Também participaram da reunião as duas dentistas que ficaram retidas pelos índios no protesto da última sexta (11) e uma enfermeira da Funasa que presta atendimento nas aldeias.

Os caciques das aldeias Lagoinha, Córrego do Meio, Tereré, Buriti, Água Azul, Oliveira, Recanto, Barrerinho e Olho D'Água, representando 3.100 indígenas, garantiram que o fato não vai se repetir e que as equipes da Funasa podem retomar os trabalhos na região. Tanto o coordenador da Funasa quanto as dentistas presentes à reunião confirmaram o retorno imediato às atividades.

Para o procurador da República Emerson Kalif Siqueira, a requisição de aparato policial para a garantia da segurança dos servidores é desnecessária e inviável. O protesto dos índios, com a retenção de cinco servidores da Funasa, está sendo investigado pela Polícia Federal, que abriu inquérito sobre o caso.

Assessoria de Comunicação Social
Ministério Público Federal em Mato Grosso do Sul
(67) 3312-7265 / 9297-1903
(67) 3312-7283 / 9142-3976
www.prms.mpf.gov.br
ascom@prms.mpf.gov.br
www.twitter.com/mpf_ms

Ações do documento