Você está aqui: Página Inicial Serviços Sala de Imprensa Notícias 2009 09 NOTA DE ESCLARECIMENTO

NOTA DE ESCLARECIMENTO

última modificação 11/09/2009 19:17

MPF esclarece suposto atentado

Tendo em vista notícias de suposto atentado contra prédio do Ministério Público Federal, que teria sido consubstanciado no disparo de um tiro contra o imóvel que abriga a Instituição, esclarece-se o que segue.

No dia sete de setembro de 2009, a vigilância do MPF constatou, durante ronda realizada às 4h30 da madrugada, que um dos painéis de vidro da fachada desta Procuradoria da República, na Avenida Afonso Pena nº 4444, estava estilhaçado, com sinais iniciais de que o choque ou o arremesso de objeto de peso no referido painel, por acidente ou ação de vândalo(s), teria causado o evento.

Não foi apontada nenhuma aproximação de pessoas suspeitas ao local danificado, durante aquela madrugada. Nas proximidades do local danificado não foi encontrado nenhum objeto que pudesse ser identificado como causador do dano. Como medida de rotina de segurança, foi analisada, pela

assessoria especial do MPF, toda a gravação do sistema de circuito interno de TV, no período da noite e da madrugada dos dias seis e sete de setembro de 2009. Não foi observado, no material gravado, nenhum movimento suspeito de pessoas ou de carros, circulando na Avenida Afonso Pena, que pudesse apontar possíveis ações ou sinalizar suspeitos pelo evento.

No dia nove de setembro, foi realizado trabalho de verificação mais cuidadoso do painel quebrado e respectiva cortina de cobertura, pela equipe de vigilância e pela assessoria do MPF, quando veio a suspeita de que um furo existente no vidro, causador do efeito de estilhaçamento, assemelhava-se ao causado por projétil de arma de fogo. No entanto, nenhum projétil -ou resto de projétil de arma de fogo - foi encontrado no local.

Diante desse desdobramento e sempre estando preservado o local danificado, o MPF solicitou, no dia 10 de setembro de 2009, a abertura de inquérito policial para investigação do fato, requisitando, em medida cautelar, realização de perícia no painel de vidro danificado, de forma a confirmar ou dissipar suspeitas de que o dano teria sido causado por disparo de arma de fogo. A perícia foi

realizada nesta data.

Assim sendo, fato é que houve ação natural ou deliberada de dano contra a sede do MPF em Campo Grande/MS, durante a madrugada do dia sete de setembro de 2009, em circunstâncias que serão melhor definidas no bojo de regular inquérito policial instaurado pela operosa Polícia Federal deste estado. Não há, no momento, que se falar em atentado, seja por falta de motivações antecedentes que justifiquem esse tipo de ação, seja pela ausência de elementos de investigação que apontem nesse sentido, bem como é prematura conclusão de que o evento foi obra de

acidente ou de ação de vândalos desocupados.

O Ministério Público Federal, pelos seus membros, servidores, estagiários e terceirizados, segue assim sua rotina de trabalho com segurança e tranquilidade, aguardando o desfecho das investigações que definirão a natureza do evento que causou o dano em um de seus painéis de vidro.

Assessoria de Comunicação Social
Ministério Público Federal em Mato Grosso do Sul
(67) 3312-7265 / 9297-1903
(67) 3312-7283 / 9142-3976
www.prms.mpf.gov.br
ascom@prms.mpf.gov.br
www.twitter.com/mpf_ms

Ações do documento