Você está aqui: Página Inicial Serviços Sala de Imprensa Notícias 2009 09 UFGD acata recomendação do MPF e suspende nomeações de concurso público

UFGD acata recomendação do MPF e suspende nomeações de concurso público

última modificação 24/09/2009 15:00

Principal irregularidade é a impossibilidade de recurso contra o resultado da segunda fase do certame

A Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) acatou Recomendação do Ministério Público Federal (MPF) e suspendeu as nomeações do concurso público para provimento de cargos do quadro técnico-administrativo. São 38 vagas, 31 para o nível médio e 7 de nível superior. O concurso já foi homologado e o resultado final publicado.

As nomeações estão suspensas até que o MPF apure as denúncias de irregularidades formuladas por candidatos. Para o procurador da República Raphael Otávio Bueno Santos, "a principal irregularidade, que justifica a suspensão das nomeações, foi a impossibilidade dos candidatos entrarem com recurso contra o resultado da segunda fase do concurso, que era uma prova discursiva".

Com efeito, o item 8.1.3 do edital nº 05/2009 determina que "não haverá recurso quanto à revisão da prova da segunda fase, exceto quanto ao não cumprimento dos procedimentos previstos neste edital e do conteúdo programático".

Para o MPF, existem indícios veementes de irregularidades e já há possibilidade de adoção de providências extrajudiciais e judiciais, que podem alterar as regras do concurso e até o resultado final. Por isso, as nomeações devem ser suspensas até o encerramento das investigações.

Assessoria de Comunicação Social
Ministério Público Federal em Mato Grosso do Sul
(67) 3312-7265 / 9297-1903
(67) 3312-7283 / 9142-3976
www.prms.mpf.gov.br
ascom@prms.mpf.gov.br
www.twitter.com/mpf_ms

Ações do documento