Você está aqui: Página Inicial Serviços Sala de Imprensa Notícias 2010 01 UFGD acata recomendação do MPF e altera organização do vestibular 2010

UFGD acata recomendação do MPF e altera organização do vestibular 2010

última modificação 27/01/2010 09:01

Medidas beneficiam candidatos. Em 2009, abstenção foi de mais de 33%.

A Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) promoveu diversas mudanças na organização do vestibular 2010, seguindo recomendação do Ministério Público Federal (MPF). O MPF constatou problemas no vestibular de verão 2009 da UFGD, entre eles desorganização do evento - que gerou dificuldade de acesso e alto índice de abstenção - e diferenças no horário de fechamento dos portões. Investigação da procuradora da República Joana Barreiro levantou indícios consistentes de irregularidades.

Os problemas concentraram-se na Cidade Universitária. Ali, deveriam realizar provas 3.585 inscritos, contra 2.866 que foram distribuídos em outros locais de Dourados. O acesso ao local ficou comprometido pelo excesso de veículos e acidentes. Com isso, os índices de abstenção nos locais de prova da Cidade Universitária chegaram a 33,7%. Já a maior abstenção nos outros locais de prova chegou a 15,15%.

A procuradora, então, expediu recomendação, em maio de 2009, com diversas mudanças que deveriam ser implementadas.

Mudanças no vestibular

A UFGD acatou a recomendação e informou que, a partir deste ano, as provas serão realizadas em quinze municípios, ao invés dos cinco habituais. Os municípios onde acontecerão as provas são Campo Grande, Aquidauana, Jardim, Corumbá, Coxim, Três Lagoas, Cassilândia, Paranaíba, Dourados, Nova Andradina, Bataguassu, Naviraí, Ponta Porã, Amambai e Mundo Novo.

Haverá limite de candidatos que farão a prova na Unidade Dois, localizada na Cidade Universitária. O número máximo de candidatos foi estipulado em 1745. Os demais candidatos do município de Dourados serão distribuídos por escolas oficiais e a Unidade Um da UFGD.

A reitoria ainda se comprometeu a fechar os portões, simultaneamente e no horário marcado, em todos os locais de realização das provas, e a não recomendar a utilização, pelos candidatos, de estradas sem pavimentação e fiscalização da Polícia Militar Rodoviária. A instituição informou ter solicitado aumento no número de ônibus no dia do vestibular. A Policia Militar Rodoviária foi informada do número previsto de candidatos para a Unidade Dois, para o planejamento do apoio ao evento.

Assessoria de Comunicação Social
Ministério Público Federal em Mato Grosso do Sul
(67) 3312-7265 / 9297-1903
(67) 3312-7283 / 9142-3976
www.prms.mpf.gov.br
ascom@prms.mpf.gov.br
www.twitter.com/mpf_ms

Ações do documento