Você está aqui: Página Inicial Serviços Sala de Imprensa Notícias 2014 05 MPF disponibiliza na íntegra depoimentos da Comissão Nacional da Verdade Indígena

MPF disponibiliza na íntegra depoimentos da Comissão Nacional da Verdade Indígena

última modificação 30/05/2014 14:50

Evento inédito colheu depoimentos sobre a violação de direitos dos índios de MS por agentes do Estado

MPF disponibiliza na íntegra depoimentos da Comissão Nacional da Verdade Indígena

Indígenas falaram sobre violações de direitos

O Ministério Público Federal em Mato Grosso do Sul disponibilizou em seu canal do YouTube (youtube.com/user/AscomMPFMS) os depoimentos da 2ª Sessão de Audiência da Comissão Nacional da Verdade, na íntegra. A sessão, que aconteceu entre os dias 24 e 26 de abril em Dourados/MS, dividida em três partes, apresenta casos de violação contra os guarani-ñandeva, guarani-kaiowá, terena, ofaié, guató e kinikinawa.

A audiência


Todas as informações colhidas nos depoimentos disponíveis no canal, documentos e outras informações serão acrescentadas às já colhidas durante a primeira sessão,  que aconteceu em fevereiro. Segundo o procurador da República Marco Antonio Delfino, é possível que todas as informações levantadas possam levar a ações de reparação contra o estado: “os casos apresentados poderão servir como base para possíveis pedidos de indenização coletiva, ou outras ações compensatórias, em favor das comunidades indígenas”. Ainda de acordo com o procurador, “é importante que nós entendamos este processo histórico, que ocasiona 60 suicídios ao ano. A violência sistêmica começou lá atrás, capitaneada pelo Estado brasileiro. Crimes foram cometidos, remoção de populações inteiras, para atender interesses particulares”.

 


 

Para Maria Rita Kehl, representante da Comissão Nacional da Verdade e responsável pela elaboração do relatório sobre as violações contra os direitos indígenas, espera que essas informações mostrem mais do que as brutalidades ocorridas na época. “Mas que mostre também como o Brasil ficaria pobre culturalmente, pobre como um país, uma nação, se não colaborasse para a recuperação dessas terras da cultura indígena", diz Kehl.

 

 

--

Assessoria de Comunicação Social
Ministério Público Federal em Mato Grosso do Sul
(67) 3312-7265 / 9297-1903
(67) 3312-7283 / 9142-3976
www.prms.mpf.gov.br
PRMS-ascom@prms.mpf.gov.br
www.twitter.com/mpf_ms

Ações do documento