Você está aqui: Página Inicial Serviços Sala de Imprensa Notícias 2015 09 MPF/MS determina instauração de inquérito para investigar milícia privada de produtores contra índios

MPF/MS determina instauração de inquérito para investigar milícia privada de produtores contra índios

última modificação 04/09/2015 12:56

Requisição de abertura de inquérito foi efetivada após convocação de produtores rurais para promover remoção forçada de indígenas de área ocupada

MPF/MS determina instauração de inquérito para investigar milícia privada de produtores contra índios

Inquérito vai investigar troca de mensagens incitando violência contra indígenas

O Ministério Público Federal em Mato Grosso do Sul determinou instauração de inquérito policial para apurar possível prática de formação de milícia privada por fazendeiros. A determinação ocorreu após troca de mensagens em rede social do presidente do Sindicato Rural de Rio Brilhante, Luís Otávio Britto Fernandes, convocando produtores a promover remoção forçada de indígenas que ocupam área no Distrito de Bocajá, a 30 km de Dourados (MS), desde ontem (3). Os indígenas da etnia guarani-kaiowá reivindicam a área, que eles chamam de Guyrakamby'i. 

 
A investigação terá por base o artigo 288-a do Código Penal:
  
- Artigo 288-a. Constituir, organizar, integrar, manter ou custear organização paramilitar, milícia particular, grupo ou esquadrão com a finalidade de praticar qualquer dos crimes previstos neste Código. Pena - reclusão, de 4 a 8 anos.

whats app sindicato violencia

          Mensagem enviada hoje por rede social incita à violência contra índios

 
Assessoria de Comunicação Social 
Ministério Público Federal em Mato Grosso do Sul
(67) 3312-7265/ 7283
www.prms.mpf.mp.br
PRMS-ascom@mpf.mp.br
www.twitter.com/mpf_ms
 
 
Ações do documento